Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Deputados britânicos pedem explicações à Google, Starbucks e Amazon sobre práticas fiscais

Lusa

  • 333

Londres, 10 nov (Lusa) - Os diretores das multinacionais Google, Starbucks e Amazon serão interrogados na segunda-feira pela comissão parlamentar sobre Contas Públicas para explicarem porque é que as empresas pagaram poucos ou nenhuns impostos no Reino Unido nos últimos anos.

A audição, durante a tarde, será uma oportunidade para explicarem estas práticas, as quais, segundo a presidente da comissão parlamentar, Margaret Hodge, terão custado ao país cerca de 900 milhões de libras (1.129 mil milhões de euros) em impostos perdidos.

De acordo com informação recolhida pela imprensa britânica, a Starbucks não pagou impostos no ano passado, apesar de ter feito receitas de 398 milhões de libras (500 milhões de euros) no Reino Unido, a Amazon também não pagou impostos sobre vendas superiores a 3,3 mil milhões de libras (4,1 mil milhões de euros) e a Google terá pago apenas seis milhões de libras (7,5 milhões de euros) sobre um volume de negócios de 395 milhões de libras (495 milhões de euros).