Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Denunciantes de corrupção com proteção "nula ou muito limitada" - relatório

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 nov (Lusa) -- Portugal oferece uma proteção "nula ou muito limitada" aos denunciantes de casos de corrupção, indica o relatório hoje divulgado pela Transparência Internacional (TI).

Segundo a TI, organização não-governamental (ONG) de luta contra a corrupção, os denunciantes em Portugal têm proteções legais "extremamente limitadas" e podem mesmo ser sujeitos a processo crime ou cíveis por difamar outras pessoas, especialmente aqueles que estão em posições de poder.

O relatório adianta que a legislação portuguesa estabelece uma proteção muito vaga aos funcionários públicos, deixando de fora os trabalhadores do setor privado, que têm uma completa ausência de proteção, situação que foi agravada com a crise financeira.