Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Défice nos primeiros seis meses do ano terá chegado aos 7,1% - UTAO

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 ago (Lusa) -- O défice orçamental em contabilidade nacional, a que conta para Bruxelas, terá chegado a cerca de 7,1% do Produto Interno Bruto nos primeiros seis meses do ano, estima a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

Numa nota sobre a execução orçamental entre janeiro e junho (em contabilidade pública), a que a Lusa teve acesso, os técnicos independentes que dão apoio à comissão parlamentar de orçamento, finanças e administração pública, estimam que o défice em contabilidade nacional para os primeiros seis meses do ano esteja entre os 6,6% e os 7,6% do Produto Interno Bruto (PIB). O valor central da estimativa é assim de 7,1%.

O INE ainda não divulgou o valor do défice das administrações públicas nos primeiros três meses do ano.