Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Deco diz que está a "afrontar interesses muito poderosos" com leilão de eletricidade

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O presidente da Deco alertou hoje que a associação "está a afrontar interesses muito poderosos, com um poder excessivo e inadmissível num Estado democrático", na sequência do leilão de eletricidade ganho pela Endesa.

Vasco Colaço, que falava aos jornalistas para dar os resultados do leilão de eletricidade promovido pela associação de defesa do consumidor, ao qual aderiram cerca de 600 mil pessoas, acusou as operadoras de terem feito "uma campanha de desinformação" e "difamatória" que foi lançada "mal se soube que o leilão não tinha ficado vazio".

O presidente da Deco referia-se às notícias que davam conta de uma comissão de 15 euros que a Deco iria cobrar aos interessados no leilão por cada cliente, ganhando cerca de 9 milhões de euros com a operação.