Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Declaração da Cimeira CELAC-UE expressa preocupação com crise económica e critica protecionismo

Lusa

  • 333

Santiago do Chile 26 jan (Lusa) - A declaração final da primeira Cimeira da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e da União Europeia (UE), divulgada hoje, expressa "preocupação" pela lenta recuperação da crise económica e critica o protecionismo.

Os líderes dos países da CELAC e da UE reuniram-se sábado e hoje em Santiago do Chile, para a primeira cimeira entre os blocos. Participaram no encontro o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

A declaração da cimeira assume o compromisso de evitar o protecionismo, de recusar medidas coercivas contra o livre comércio, por considerá-las "ameaças ao multilateralismo", e de promover marcos reguladores "estáveis e transparentes".