Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

De mão dada com a música portuguesa a D'Bandada vai crescendo nas ruas do Porto

Lusa

  • 333

Porto, 15 set (Lusa) - É das maiores demonstrações de música portuguesa e popular em todo o território nacional e, já na terceira edição, o festival D'Bandada promovido pela operadora de comunicações Optimus tem crescido de ano para ano.

Praticamente todas as atuações que polvilharam, desde a tarde de sábado à madrugada de domingo, vários recantos históricos ou pitorescos da cidade do Porto deram música a milhares de pessoas sob a alçada da editora Optimus Discos, que abarca artistas que vão do fado à música eletrónica, ou que fazem de tais categorias uma classificação já sem sentido.

Com mais de 70 concertos programados para cerca de 20 palcos distribuídos por toda a baixa do Porto, "a ideia" da edição de 2013 da D'Bandada, segundo o diretor de comunicação da Optimus, Pedro Moreira da Silva, foi "aumentar o nível de abertura e interatividade entre a cidade, os músicos, as editoras e quem organiza os eventos".