Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Daviz Simango reconduzido na presidência da Movimento Democrático de Moçambique

Lusa

  • 333

Beira, 08 dez (Lusa) - Daviz Simango foi hoje reeleito presidente do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), no I Congresso do terceiro partido do país, que decorre na Beira, centro, após exclusão da única adversária, Laurinda Muchanga, "por remeter tarde a candidatura".

Simango, que, primeiro, havia sido eleito por aclamação e, mais tarde, a seu pedido, ido a votação, para "medir a sua popularidade interna e abonar a democracia interna", saiu "legitimado" com 661 votos dos 676 delegados que participaram no escrutínio.

"Em relação à retirada da candidatura, é que foi submetida à comissão de eleições do I Congresso já fora do período programado, portanto achou-se que era extemporânea, daí que não havia por que continuar com a candidatura", disse à Lusa Sande Carmona, porta-voz do I Congresso, após a eleição do único candidato.