Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Daniel Bessa diz que havia pressão para Segurança Social comprar dívida pública

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) -- Daniel Bessa afirmou hoje que havia "telefonemas" e tentativa de influenciar a Segurança Social a comprar mais dívida pública, enquanto era presidente do conselho consultivo do instituto que gere os fundos, tendo-se então mostrado desagradado com a situação.

"Esse fundo tem vindo a ter uma intervenção crescente no financiamento do Estado português há pelo menos três anos, com uns telefonemas, que é sempre pior", afirmou o antigo ministro da Economia, quando questionado sobre a intenção do Governo de legislar para reforçar a compra de dívida pública nacional pela Segurança Social.

Em declarações à Lusa, Daniel Bessa, que renunciou à presidência do conselho consultivo do Instituto de Gestão dos Fundos de Capitalização da Segurança Social em outubro passado, adiantou que prefere "uma alteração legislativa do que influência informal".