Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dalai Lama acusou China de falta de seriedade perante imolações de tibetanos - imprensa

Lusa

  • 333

Tóquio, 12 nov (Lusa) - O Dalai Lama acusou hoje as autoridades chinesas de não terem uma atitude "séria" face à atual vaga de imolações pelo fogo de tibetanos, indicando que estas se contentavam em criticá-lo, numa declaração feita a partir do Japão.

"O Governo chinês deveria investigar a causas (destas imolações). A China não se ocupa seriamente (desta situação) nem tenta pôr-lhe fim além de me criticar", declarou o dirigente espiritual tibetano, citado em japonês pela agência de notícias Kyodo.

Nas últimas quarta-feira e quinta-feira, na abertura do congresso do Partido Comunista Chinês em Pequim, foram registadas ou tentadas seis imolações pelo fogo.