Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Custos salariais não são entrave a desenvolvimento da indústria em Portugal -- estudo

Lusa

  • 333

Porto, 22 mar (Lusa) -- Os custos salariais da mão-de-obra em Portugal não são um entrave ao desenvolvimento da atividade industrial no país, revelou hoje um estudo da consultora PwC sobre os "Principais desafios da indústria em Portugal".

O estudo, hoje apresentado no Palácio da Bolsa, no Porto, perante uma plateia de empresários que incluía o presidente do conselho de administração da Sonae, Belmiro de Azevedo, refere que "o custo do trabalho não é neste momento um fator relevante", mas destaca que a flexibilidade laboral pode "ainda ser melhorada".

De acordo com o parceiro da PwC Hermínio Afonso, nos debates efetuados junto do tecido empresarial para elaboração do documento final, constatou-se que, neste momento, o custo salarial não é um entrave ao desenvolvimento da indústria em Portugal, havendo obstáculos vistos como superiores, tais como os gastos com energia ou logística, esta última um problema considerado "estrutural".