Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cuba: Dissidente em greve de fome há 12 dias foi hospitalizado

Lusa

  • 333

Havana, 04 set (Lusa) -- O dissidente cubano Jorge Cervantes, detido desde 22 de agosto, foi hospitalizado na sequência da greve de fome que iniciou há 12 dias para reclamar a sua libertação, informou na segunda-feira a mulher, Kenia Leguen.

Cervantes, de 42 anos, está internado no hospital "Ernesto Guevara", em Las Tunas, desde 29 de agosto por causa da greve de fome que iniciou por "considerar que está detido injustamente", explicou a mulher em declarações à agência noticiosa Efe.

"Ele não permite que lhe deem soro, só bebe um pouco de água e o médico disse-lhe que tem de comer", explicou a mulher.