Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CTT: Correios não tinham poder de decisão sobre o Banco Postal -- Antigo administrador

Lusa

  • 333

Coimbra, 29 nov (Lusa) -- O antigo administrador dos Correios Gonçalo Leónidas Rocha afirmou hoje, no tribunal, em Coimbra, que os CTT não tinham poder de decisão sobre o Banco Postal, criado pela empresa e pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), em 2001.

"O outro acionista" do Banco Postal -- a CGD -- "tinha três administradores em cinco" e "51% do capital social", recordou o gestor dos CTT entre 2002 e 2005, sustentando que a CGD não estava interessada na afirmação do novo banco, inviabilizando as propostas dos Correios no sentido de o afirmar e de inverter a acumulação de prejuízos.

"A CGD tinha o papel de travar o desenvolvimento" do Banco Postal, defendeu Gonçalo Rocha, quando foi ouvido, hoje, pelo tribunal de Coimbra, no âmbito do julgamento em que, com dez outros arguidos, está envolvido, enquanto administrador dos CTT, sob a acusação de coautoria de um crime de gestão danosa.