Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CTT: Antigo diretor diz que alertou administrador para "falta de credibilidade" de intermediários

Lusa

  • 333

Coimbra, 18 dez (Lusa) - O antigo diretor dos serviços imobiliários dos CTT, Joaquim Milheiro Lima, disse hoje em tribunal ter alertado o administrador Manuel Batista para a "falta de credibilidade" dos dois intermediários, no negócio da venda de um prédio em Coimbra.

"Disse duas vezes ao Dr. Manuel Batista [arguido no processo] que, se fosse eu que mandasse, aquele negócio não se fazia", disse Milheiro Lima, interrogado por Proença de Carvalho, advogado do antigo administrador dos CTT.

A testemunha, que em 2002 dirigia o serviço de gestão imobiliária (IMO) dos Correios e reportava hierarquicamente a Manuel Batista, frisou ter sido contactado em finais de 2002 por duas pessoas - cujo nomes não conseguiu indicar - uma das quais advogado [alegadamente os arguidos Vítor Silva e Carlos Godinho, representantes da Tramcrone], com os quais se reuniu várias vezes, ao longo do processo.