Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CT diz que presidente da RTP considera "inconstitucional" empresa regional para suceder à RTP Açores

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores da RTP disse que o novo presidente da RTP, Alberto da Ponte, considerou "inconstitucional" a criação de uma empresa regional para suceder à RTP Açores, caso o Governo decida fechar o canal.

"O presidente do conselho de administração manifestou-se contrário, porque uma tal empresa seria 'inconstitucional', garantindo que nunca fará nada que seja inconstitucional e que dirá isso mesmo à tutela se lhe for perguntado", afirmou hoje em comunicado a Comissão de Trabalhadores da RTP.

Na segunda reunião dos representantes dos trabalhadores com Alberto da Ponte, foi discutida a intenção anunciada nos Açores por ambos os candidatos presidenciáveis e, nomeadamente pelo vencedor, Vasco Cordeiro, de criar uma empresa regional sucessora da RTP Açores, caso a tutela avance no sentido de fechar o canal.