Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise/Protestos: Mulheres pedem ao Banco de Portugal que se "Resgatem as pessoas, não a banca"

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 out (Lusa) -- Um grupo de seis mulheres da Marcha Mundial das Mulheres entregou hoje, no Banco de Portugal, em Lisboa, um conjunto de cópias simbólicas de notas de euros, com a mensagem "Resgatem as pessoas, não a banca".

A iniciativa, que decorreu no Dia Mundial pela Erradicação da Pobreza, foi concertada a nível europeu através da Marcha Mundial das Mulheres, uma rede feminista internacional, e pretende "expressar indignação com o agravamento das condições de vida das mulheres na Europa".

"Hoje, em vários países da União Europeia, várias feministas estão a ter uma ação centrada sobre a banca e sobre o setor financeiro, grandes responsáveis pela crise e pelas medidas tomadas em seu nome", disse Magda Alves.