Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise/Euro: Demasiada austeridade conduziu ao nazismo - governador do Banco Central Austríaco

Lusa

  • 333

Viena, 20 jun (Lusa) -- O governador do Banco Central Austríaco (OeNB) alertou contra as políticas de austeridade demasiado drásticas, estabelecendo um paralelismo com a Alemanha dos anos 1930 e o advento do nazismo, indicou hoje o OeNB, confirmando informações da imprensa.

"A concentração exclusiva na austeridade (nos anos 1920 e 1930) conduziu a um desemprego em massa, a um colapso dos sistemas democráticos e, no final, à catástrofe do nazismo", declarou na segunda-feira Ewald Nowotny, também membro do conselho de governadores do Banco Central Europeu (BCE), segundo declarações citadas na terça-feira pela agência Dow Jones e confirmadas por um porta-voz do OeNB.

Nowotny, que falava em Viena na abertura de um "workshop" conjunto do OeNB e do "European Money and Finance Forum" (SUERF), fez o alerta numa altura em que a União Europeia tenta combater a crise da dívida através de severas medidas de austeridade nos países mais afetados.