Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise política: PSD sugere que foi "irrealismo" do PS que impediu acordo

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 jul (Lusa) - O PSD sugeriu hoje que foi o "irrealismo" do PS que impediu o acordo de médio prazo proposto pelo Presidente da República, manifestando-se "de consciência absolutamente tranquila" quanto ao seu empenho neste processo.

Esta posição do PSD foi transmitida pelo primeiro vice-presidente e coordenador da direção nacional social-democrata, Jorge Moreira da Silva, numa declaração aos jornalistas, na sede do seu partido, em Lisboa.

"Estávamos disponíveis para fazer concessões políticas ao PS para a conclusão dessa assistência económica e financeira e para um quadro de sustentabilidade financeira, económica de longo prazo, mas isso pressupunha do PS posição realista e não, pelo contrário, uma abordagem que, pelo irrealismo, nos faria prolongar a ajuda externa durante mais anos", afirmou.