Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crise: Ministro da Economia diz que não se sente ameaçado e vai continuar a apostar no diálogo

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 jun (Lusa) - O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, assegurou hoje que não se sente ameaçado, depois da manifestação de protesto que enfrentou sexta-feira, na Covilhã, e que vai continuar a apostar no diálogo social.

"Não me sinto ameaçado, sempre manifestei abertura ao diálogo e foi assim que consegui o acordo de concertação social, que serviu de base a importantes reformas estruturais", disse Santos Pereira aos jornalistas, à margem da inauguração da Feira Internacional de Artesanato (FIA), em Lisboa.

Na sexta-feira, o governante visitou o Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã e foi confrontado, no final, com algumas dezenas de manifestantes que o insultaram e bloquearam a passagem do automóvel em que seguia.