Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Criopreservação do cordão umbilical para uso futuro não se justifica - Instituto do Sangue

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 dez (Lusa) -- O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) defendeu hoje que a recolha e preservação do sangue do cordão umbilical (SCU) para uso futuro não se justifica à luz dos atuais conhecimentos científicos.

Numa nota publicada no site do Instituto Português do Sangue, o organismo lembra que a "probabilidade de uma criança vir a ter uma anemia aplástica grave (...) parece muito baixa (<1 para 50.000) para justificar a conservação de SCU para utilização pelo próprio".

"Sendo uma opção de caráter familiar e privada, o IPST esclarece que o potencial benéfico, para o próprio ou um irmão(ã) é, na verdade, no momento atual, quase residual e geralmente inexistente", lê-se na nota.