Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crimes sexuais: Bastonário defende expulsão de médico condenado

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 jun (Lusa) -- O bastonário da Ordem dos Médicos considerou hoje que a situação que levou hoje à condenação a cinco anos de pena suspensa do cirurgião Alcídio Rangel é "extraordinariamente grave" e "passível de expulsão" daquela organização profissional.

Contudo, salvaguardou José Manuel Silva, em declarações à agência Lusa, o processo na Ordem só poderá avançar quando a sentença tiver sido confirmada nos tribunais (transitado em julgado) depois de eventuais recursos que o médico venha a apresentar da condenação hoje lida.

Alcídio Rangel foi condenado, em cúmulo jurídico, a cinco anos de prisão, pena suspensa na sua execução por igual período, por um crime de coação sexual e 11 crimes de abuso sexual de pessoa internada, no caso mulheres hospitalizadas.