Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Criador de petição contra Sócrates na RTP diz que adesão é sinal de memória sobre culpa

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mar (Lusa) -- O criador da petição que recusa a presença de José Sócrates na RTP admitiu hoje estar surpreendido com a adesão conseguida, que defendeu ser sinal de que as pessoas não esqueceram "quem é o culpado da atual situação".

"Eu sabia que podia haver uma adesão significativa mas não estava à espera que fosse tão viral", admitiu à Lusa Paulo Lála de Freitas, presidente da concelhia de Sines do CDS, embora garanta que a petição online "Recusamos a presença de José Sócrates como comentador da RTP", de que é o primeiro de mais de 20 mil signatários, seja apartidária.

"As pessoas estão descontentes com o atual Governo e estão no seu direito, mas sempre pensei que já se tivessem esquecido do que levou a esta situação", disse, sublinhando que o nível de adesão "é um sinal de que os portugueses não perderam a memória".