Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CP só efetuou 12 ligações, empresa e sindicato divergem sobre serviços mínimos

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 dez (Lusa) -- A circulação de comboios na CP está praticamente paralisada devido à greve dos trabalhadores, que, segundo a empresa, não cumpriram os serviços mínimos, acusação rejeitada pelo Sindicato Nacional dos Maquinistas (SMAQ).

"De acordo com o último ponto da situação (16:00 horas), os serviços mínimos não foram cumpridos. Entre os 84 previstos, foram apenas realizados 12 comboios nas ligações intercidades e regionais", afirmou a porta-voz da empresa, Ana Portela, segundo a qual "os trabalhadores não estão a apresentar-se para cumprir os serviços mínimos".

Já nos serviços urbanos em Lisboa e no Porto, não houve comboios a circular, disse a responsável, acrescentando que deverão ocorrer "atrasos e supressões nas ligações regionais" durante todo o dia de domingo. Nas restantes ligações, a responsável admitiu que a circulação deverá ser retomada "às primeiras horas da manhã".