Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Costinha diz que a família é quem mais sofre com pressão no Paços de Ferreira

Lusa

  • 333

Paços de Ferreira, 27 out (Lusa) - O treinador de futebol Costinha sentiu hoje necessidade de explicar vários aspetos da sua ligação ao Paços de Ferreira, das pressões e ameaças dos adeptos até à sua segurança, sem esconder tristeza pelo que a família tem sofrido.

"Pela primeira vez, a minha mulher e os meus filhos tiveram necessidade de vir ter comigo. Por vezes sou imune, ou tento ser, a estas críticas, mas a minha família é mais sensível e sentiram necessidade de vir ter comigo. Há coisas bem piores do que o futebol", disse Costinha, à margem da antevisão ao jogo com o Vitória de Guimarães.

Numa conversa franca e sem rodeios, o treinador do Paços de Ferreira deu conta do clima de desconfiança que envolveu a sua chegada ao clube, admitindo sentir-se como um alvo a abater.