Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cortes degradam capacidade de resposta da Força Aérea -- Chefe do Estado-Maior

Lusa

  • 333

Leiria, 30 jun (Lusa) -- Os cortes estão a degradar a capacidade de resposta da Força Aérea (FA), disse hoje em Leiria o Chefe de Estado-Maior daquele ramo das Forças Armadas, que pediu a uma intervenção urgente do ministro da Defesa Nacional, Aguiar-Branco.

"Face à evolução dos orçamentos atribuídos desde 2010 temos vindo a reduzir significativamente as horas de voo efetuadas, cerca de 36% em dois anos, a prontidão das aeronaves, ações de formação e qualificação e a manutenção das infraestruturas", sublinhou José Pinheiro durante uma cerimónia militar que assinalou o 61º aniversário da FA.

"Desta realidade resulta uma degradação da resposta do ramo que temos conseguido mitigar, mas que limita as opções possíveis para manter o nível de empenho e proporcionar a necessária experiência de voo aos mais novos de modo a alimentar as esquadras de voo e a regenerar o potencial humano", concluiu o general.