Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Corte nas pensões dependente do crescimento económico

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 ago (Lusa) -- O corte de até 10% nas pensões "é reversível" se a economia crescer e as contas públicas estiverem equilibradas de acordo com a proposta legislativa do Governo a que a Lusa teve acesso.

O Governo pretende reduzir em 10% o valor das pensões dos funcionários públicos, salvaguardando as reformas inferiores a 600 euros e as dos pensionistas com mais de 75 anos.

Estes cortes ficam sem efeito se o Produto Interno Bruto (PIB) tiver um crescimento nominal anual igual ou superior a 3% e se o défice orçamental não superar os 0,5% do PIB durante "dois anos consecutivos".