Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Corrupção: Prorrogado até Dezembro prazo para entrega pelos gestores públicos de planos de prevenção

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 Out (Lusa) - O Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC) decidiu hoje prorrogar até 31 de Dezembro o prazo para entrega, pelos gestores públicos, dos planos de prevenção de riscos de corrupção e infracções conexas, anunciou o Tribunal de Contas.

Lisboa, 21 Out (Lusa) - O Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC) decidiu hoje prorrogar até 31 de Dezembro o prazo para entrega, pelos gestores públicos, dos planos de prevenção de riscos de corrupção e infracções conexas, anunciou o Tribunal de Contas.

"Tendo em atenção a dificuldade que tem sido manifestada por muitas entidades em cumprir a recomendação até ao final do mês, devido, nomeadamente, ao período eleitoral que se viveu, o CPC deliberou prorrogar o prazo até ao dia 31 de Dezembro de 2009, considerando também que é preferível ter planos de qualidade elaborados após reflexão sobre os riscos concretos das entidades em causa", refere uma nota informativa do Tribunal de Contas (TC).

A decisão foi tomada na reunião de hoje do CPC que, além de outros assuntos, fez "o ponto da situação sobre o acolhimento da recomendação de 01 de Julho sobre planos de prevenção de riscos de corrupção e infracções conexas".