Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CORREÇÃO: UE/Previsões: Rehn considera "prematuro e inapropriado" comentar novos cortes na despesa

Lusa

  • 333

(Corrige no sexto parágrafo informação relativa às previsões da primavera da Comissão Europeia. Ao contrário da interpretação dada anteriormente pela Lusa, a Comissão Europeia clarificou que não prevê, no documento divulgado hoje, uma nova revisão em baixa)

VERSÃO INTEGRAL CORRIGIDA:

Bruxelas, 03 mai (Lusa) -- O comissário europeu dos Assuntos Económicos reiterou hoje que a Comissão Europeia trabalha em parceria com Portugal para a saída do programa de ajuda financeira e considerou "prematuro e inapropriado" comentar as medidas que o primeiro-ministro anunciará hoje.