Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Coreia do Sul quer que trabalhadores deixem o complexo de Kaesong

Lusa

  • 333

Seul, 26 abr (Lusa) -- A Coreia do Sul afirmou hoje que todos os funcionários que ainda se encontram no complexo industrial de Kaesong devem abandonar o local, depois de a Coreia do Norte ter recusado uma proposta de conversações formais.

Esta declaração de Seul aumenta ainda mais as dúvidas que existem quanto ao futuro do complexo de Kaesong, o último símbolo da cooperação entre as coreias e uma importante fonte de rendimento para o Norte empobrecido.

A Coreia do Sul tinha dado, na quinta-feira, um prazo de 24 horas para o Norte aceitar iniciar conversações formais, com o objetivo de reativar as operações em Kaesong, e advertiu para "medidas significativas" se Pyongyang recusasse.