Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Coreia do Sul levantou proibição de venda de novela erótica de Sade

Lusa

  • 333

Seul, 15 out (Lusa) - A Coreia do Sul levantou a proibição de venda do romance "Os 120 dias de Sodoma", escrita no século XVIII pelo escritor francês Marquês de Sade, semanas depois de ter banido a obra por "extrema obscenidade".

A comissão de ética para a publicação, organismo estatal que revê os conteúdos a publicar aceitou o pedido da editora Dongsuh Press, segundo o qual o livro tinha valor literário significativo.

"Os auditores da Comissão, depois de analisarem os documentos relacionados apresentados pela editora, concluiram que o livro foi escrito para aprofundar o lado escuro da natureza humana, em vez de simplesmente incitar à excitação sexual ou violência", disse hoje o responsável Jang Tag-Hwan à AFP.