Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Coreia do Sul condena pela primeira vez pedófilo à castração química

Lusa

  • 333

Seul, 03 jan Lusa) -- A Coreia do Sul condenou hoje, pela primeira vez, um homem acusado de pedofilia a 15 anos de prisão e à castração química através de um tratamento hormonal para suprimir os seus impulsos sexuais durante três anos.

A Coreia do Sul, o primeiro país asiático a aprovar esta punição, ratificou em julho de 2012 uma lei que permite o uso de tratamento hormonal para os maiores de 19 anos condenados por pedofilia, e considerados passíveis de reincidir no crime, informou a agência Yonhap.

O indivíduo de 31 anos foi condenado por ter relações sexuais com cinco menores, que seduziu através da internet entre novembro de 2011 e maio de 2012.