Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Coreia do Sul: Concedido estatuto de refugiado a chinesa que ajudou desertores norte-coreanos

Lusa

  • 333

Seul, 22 ago (Lusa) -- Um tribunal sul-coreano concedeu hoje o estatuto de refugiado a uma mulher que fugiu da China depois de ter ajudado desertores norte-coreanos por poder ser punida pelas autoridades chinesas.

A decisão do Tribunal Administrativo de Seul contraria uma decisão anterior do Ministério da Justiça sul-coreano, que negou à mulher o estatuto de refugiado.

A mulher identificada apenas como Lee vivia na China junto à fronteira com a Coreia do Norte e ajudou cerca de 20 norte-coreanos que desertaram até a polícia chinesa ter feito buscas na sua casa, em março do ano passado, que culminaram na detenção do marido.