Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Coreia do Norte pede à China para continuar a repatriar os seus dissidentes

Lusa

  • 333

Seul, Coreia do Sul, 22 nov (Lusa) -- A Coreia do Norte pediu hoje à China para continuar a repatriar os seus cidadãos que fugirem, depois de ter sido revelada esta semana a detenção de um grupo de desertores norte-coreanos em território chinês.

Pyongyang, que defende que os seus cidadãos fogem "enganados e sequestrados" por Seul e Washington, exortou os "países interessados" a "enviarem de regresso os habitantes [norte-coreanos] o mais depressa possível", disse um porta-voz do regime de Pyongyang citado em despacho da agência oficial KCNA.

O pedido é dirigido concretamente à China, país por onde começa a fuga dos norte-coreanos do seu país devido à fome ou repressão de que são vítimas.