Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

COP avança para constituição do TAD apesar da fiscalização constitucional

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 set (Lusa) -- O Comité Olímpico de Portugal (COP) vai avançar para a constituição do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), apesar do pedido de fiscalização sucessiva da constitucionalidade de dois preceitos da Lei 72/2013 invocados por Cavaco Silva.

"Ser responsável neste momento é ser diligente", justifica o COP, que decidiu "avançar com o cumprimento do seu dever legal de promover a instalação e o funcionamento do TAD", que ficará sedeado nas suas instalações.

Assim, o COP considera que "importa garantir a obtenção e planificação dos meios de financiamento e das condições logísticas e físicas para o funcionamento e sustentação do TAD".