Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cooperativa organizadora do Fantasporto avança para despedimento coletivo

Lusa

  • 333

Porto, 11 abr (Lusa) - A cooperativa Cinema Novo, que organiza o festival de cinema Fantasporto, decidiu avançar para um despedimento coletivo, mantendo só duas das nove pessoas que integravam o quadro.

Segundo o pré-aviso de despedimento coletivo, a que a Lusa teve acesso, "desde o ano de 2009 e com agravamento gradual a partir de então, tem vindo a verificar-se perda das receitas que permitiam a atividade normal da empresa".

Daí que a empresa considere que não é "possível manter o pagamento da carga salarial existente, pela elementar razão de que não existem meios económicos que o permitam", pelo que decidiu "reduzir os encargos com salários para valores que se aproximem dos de 2009 em termos do seu peso percentual no total da receita" considerando que "a estrutura do pessoal está claramente sobredimensionada para a atividade da Cooperativa".