Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cooperação: Governo pede participação da sociedade civil e privados

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 11 jul (Lusa) - A concretização de uma cooperação portuguesa "real e efetiva" só será possível com o envolvimento da sociedade civil e do setor privado, em articulação com o Estado, afirmou à agência Lusa o secretário de Estado da Cooperação português.

No final de uma visita de trabalho de 24 horas a Cabo Verde, quarta-feira à noite, Luís Brites Pereira, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal, indicou ser esse um dos principais objetivos da Fórum de Cooperação para o Desenvolvimento, que decorre na quinta-feira em Lisboa.

"O Fórum de Cooperação é um órgão consultivo que, este ano, foi alargado para ser mais representativo e a ideia é muito simples: auscultar, de uma forma mais representativa, para haver um maior contributo para a reflexão para aquilo que deve ser a estratégica da cooperação portuguesa", disse o governante português.