Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Contrato entre Sporting e Cunha Vaz rescindido por "eventuais incompatibilidades"

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 dez (Lusa) -- A rescisão contratual entre Sporting e Cunha Vaz e Associados deveu-se a eventuais incompatibilidades decorrentes da acumulação desse vínculo com outro, assinado por aquela empresa com a Federação Portuguesa de Futebol, revelou hoje o vice-presidente Rui Paulo Figueiredo.

"Era algo que já estava mais ou menos conversado e acordado desde que o António [Cunha Vaz] tinha assumido a área da comunicação da Federação. Tínhamos chegado à conclusão que podia haver uma ou outra incompatibilidade", disse hoje à Agência Lusa o vice-presidente do Sporting, quando questionado sobre os motivos que conduziram à rescisão do contrato entre o clube de Alvalade e aquela empresa, que presta serviços de assessoria na área da comunicação.

Segundo o dirigente "leonino", esta nova situação que se criou com a existência de dois contratos em vigor entre a Cunha Vaz e duas entidades na área desportiva levou a que se chegasse a "um entendimento para uma separação amigável no final de 2012" entre aquela empresa e o Sporting.