Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Consulado norte-americano alvo de atentado em Benghazi alojava missão secreta da CIA -- imprensa

Lusa

  • 333

Washington, 02 nov (Lusa) - O consulado dos Estados Unidos em Benghazi, na Líbia, que foi alvo de um atentado no último 11 de setembro, alojava maioritariamente membros da CIA em missão secreta, noticia hoje o Wall Street Journal (WSJ).

Segundo o jornal, apenas sete dos 30 responsáveis norte-americanos retirados de Benghazi após o ataque trabalhavam para o Departamento de Estado norte-americano.

No ataque ao consulado perderam a vida quatro norte-americanos, incluindo o embaixador, Christopher Stevens.