Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construtora portuguesa rejeita responsabilidade na queda de ponte em ilha de Cabo Verde

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jan (Lusa) -- A construtora portuguesa MSF disse hoje que ainda não conhece o relatório do governo cabo-verdiano sobre a queda de uma ponte na ilha da Boavista mas não rejeitou qualquer responsabilidade no incidente.

O inquérito governamental à queda da ponte, provocada pelas fortes chuvadas de setembro de 2012 e que provocou a morte a dois cidadãos guineenses que foram levados pela enxurrada, apontou responsabilidades a várias empresas, entre elas a portuguesa MSF.

Em esclarecimento enviado à agência Lusa, Patrícia David, do Departamento de Marketing da MSF em Portugal, esclarece: "Ainda não conhecemos o relatório, pelo que não nos podemos pronunciar sobre o mesmo".