Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construtor naval do Algarve aposta em novas áreas de negócio para sair da crise

Lusa

  • 333

Vila Real de Santo António, 20 dez (Lusa) -- Apostar na construção de embarcações turísticas e de passageiros e investir em parqueamentos e reparações são soluções que um dos principais construtores navais de Vila Real de Santo António encontrou para enfrentar a crise.

Rui Roque, proprietário do estaleiro Nautiber, explicou à Lusa que, "com a quebra verificada nas novas construções de barcos de pesca", a indústria naval portuguesa tem que procurar alternativas e a sua empresa está a virar-se para a área do parqueamento e reparações e a procurar exportar mais, nomeadamente para Angola.

O empresário gere um estaleiro onde se constroem entre 10 a 12 embarcações de fibra de vidro por ano, com uma média de 17 metros, emprega cerca de 40 pessoas e gera um volume de negócios anual próximo dos cinco milhões de euros, razões que o levam a considerar que a indústria naval deve merecer mais atenção dos organismos oficiais.