Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construção: Sindicato diz que são 340 trabalhadores da Tecnovia em 'lay off' por seis meses

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 ago (Lusa) -- Os 340 trabalhadores afetados pelo 'lay off' na empresa Tecnovia terão os seus contratos suspensos durante seis meses, afirmou hoje o presidente do Sindicato da Construção de Portugal, que pediu uma audiência "urgente" ao primeiro-ministro.

Falando à saída de uma reunião com a administração da Tecnovia, na sede da empresa, em Porto Salvo, Albano Ribeiro adiantou ter pedido na segunda-feira ao primeiro-ministro uma reunião "com caráter de urgência" para evitar uma "revolta social" dos trabalhadores no setor.

Salientando que os trabalhadores afetados pela suspensão temporária do contrato de trabalho vão perder "um terço do ordenado", o dirigente sindical explicou que o 'lay off' na Tecnovia se deve à paragem das obras nas concessões rodoviárias do Baixo Alentejo e do Algarve Litoral.