Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Construção: Setor está em contração mas morreram 24 trabalhadores até julho - Albano Ribeiro

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 set (Lusa) -- O número de trabalhadores que morreram em acidentes de trabalho em Portugal no setor da construção atingiu os 24 nos primeiros sete meses deste ano, quando a atividade está em contração, lamentou hoje o Sindicato da Construção de Portugal.

"Estamos com menos obras e com mais acidentes", disse o presidente do Sindicato da Construção de Portugal, Albano Ribeiro, à saída de uma reunião, em Lisboa, com o Inspetor-geral do Trabalho, José Luís Forte, o responsável máximo da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

"Não há justificação nenhuma para que isto aconteça", criticou, justificando que há "um desinvestimento muito grande quer nos meios de proteção, tanto individuais como coletivos", o que se verifica sobretudo nas pequenas obras, onde "há um maior incumprimento".