Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Consolidação orçamental é inevitável e não há como voltar atrás - Mario Draghi

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 jan (Lusa) -- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, considerou hoje que a consolidação orçamental na zona euro é inevitável e que não há como voltar atrás nesta altura.

"Não nos podemos esquecer que esta consolidação orçamental é inevitável, e não nos podemos esquecer que tem efeitos contracionistas de curto prazo, mas agora que tanto foi feito não há como voltar atrás", afirmou Mario Draghi em resposta aos jornalistas na conferência de imprensa que se sucedeu à reunião mensal do conselho de governadores.

O líder do BCE recusou ainda comentar as palavras de Angela Merkel sob a possibilidade de a crise durar mais cinco anos, afirmando não estar "em posição de fazer avaliações de longo prazo" e que ainda existe uma grande incerteza em redor da retoma da atividade económica.