Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Conselho de Estado é para debater "pós-'troika'" e não situação do Governo -- Passos Coelho

Lusa

  • 333

Madrid, 13 mai (Lusa) - O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje julgar que o Presidente da República convocou o Conselho de Estado para debater "o país no pós-'troika'" e não a situação do Governo PSD/CDS-PP.

Na conferência de imprensa da XXVI Cimeira Luso-Espanhola, no Palácio da Moncloa, em Madrid, o primeiro-ministro dissociou a convocação do órgão de consulta presidencial de alegadas "guerras internas" no executivo - que também negou, afirmando não existirem divergências na coligação.

"Não creio que o senhor Presidente da República tenha convocado hoje o Conselho de Estado por essa razão. O Conselho de Estado foi, de facto, hoje convocado, julgo eu, e bem, com a intenção de analisar perspetivas económicas do país no pós-'troika', e no âmbito de uma União Económica e Monetária mais aprofundada", declarou.