Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Conjuntura: PIB e desemprego do segundo trimestre devem trazer mais más notícias - Economistas

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 ago (Lusa) - O Instituto Nacional de Estatística (INE) anuncia hoje uma estimativa rápida do Produto Interno Bruto (PIB) e os valores da taxa de desemprego para o segundo trimestre, e é de esperar um agravamento de ambos os indicadores.

"Os dados do primeiro trimestre foram relativamente benignos face às projeções. Acredito que vai haver convergência para valores mais próximos das previsões quer do Governo, quer do Banco de Portugal, quer da 'troika', que continuam a prever para este ano uma contração [do PIB] de 3 por cento e uma taxa de desemprego superior a 15 por cento", disse à Lusa Ricardo Arroja, economista do Grupo Pedro Arroja.

Ricardo Cabral, professor na Universidade da Madeira, também não está otimista: "Pode sempre haver variações diferentes de trimestre para trimestre. Mas [em termos gerais] acho que a evolução da atividade económica este ano será desastrosa."