Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Congresso peruano aprova lei que proíbe condenados por terrorismo, violação e tráfico de droga de ensinar

Lusa

  • 333

Lima, 14 dez (Lusa) -- O Congresso peruano aprovou, esta quinta-feira, uma lei que determina que as pessoas que foram condenadas por terrorismo, violação e tráfico de droga não podem ensinar nem trabalhar nos estabelecimentos de ensino do país.

A lei "estabelece medidas extraordinárias para o pessoal docente ou administrativo condenado ou implicado em crimes de terrorismo, contra a liberdade sexual (violação) e de tráfico de droga em escolas, universidades e demais instituições de ensino públicas ou privadas", informa uma nota oficial.

A nota, citada pela agência noticiosa espanhola Efe, indica ainda que os professores ou trabalhadores administrativos condenados por este tipo de delitos "serão afastados definitivamente ou considerados não aptos para prestarem serviços nas instituições educativas públicas ou privadas, onde se incluem também as escolas da polícia e das Forças Armadas.