Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Conflito laboral nos portos deve ser resolvida no Ministério da Economia e não no Parlamento - CGTP

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 dez (Lusa) - O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse hoje que a conflitualidade laboral nos portos deve ser resolvida no Ministério da Economia e não no Parlamento.

"Como é que o Governo, enquanto acionista maioritário, permite que não se encontre uma solução negociada", questionou Arménio Carlos aos jornalistas no final de uma audição na Comissão de Segurança Social e Trabalho sobre uma revisão da lei laboral portuária.

"O Governo tem possibilidade de resolver o assunto, chamar a administração portuária, os sindicatos e encontrar uma solução. Se não o faz, está a sacudir a água do capote", disse.