Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Confederação do Turismo Português quer mais fundos comunitários para setor no Algarve

Lusa

  • 333

Faro, 20 mai (Lusa) -- A Confederação do Turismo Português quer um reforço dos fundos estruturais para o setor no Algarve, para refletir a sua importância na economia nacional e ajudar as empresas em áreas como a requalificação e a promoção.

A estrutura representativa das associações empresariais do Turismo veio a público defender esta posição depois de ter visto refletidas na comunicação social declarações sobre a necessidade de diversificar as áreas em que essas verbas são aplicadas, feitas numa conferência organizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, responsável pela aplicação de fundos comunitários na região.

A Confederação do Turismo Português (CTP) viu com "preocupação" essas notícias sobre os fundos estruturais referentes ao Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 e o facto de, na conferência, ter sido dito que "o desenvolvimento do Algarve não se deveria circunscrever apenas ao Turismo" e "os fundos estruturais europeus deveriam ser redistribuídos para outras áreas económicas que pudessem ajudar na dinamização da região".