Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Condições ambientais na Antártida ameaçam predadores de topo -- estudo

Lusa

  • 333

Coimbra, 06 mai (Lusa) -- Um estudo internacional, liderado pelo investigador da Universidade de Coimbra (UC) José Xavier, concluiu que "as muito rápidas mudanças ambientais que se têm vindo a registar" na Antártida ameaçam a sobrevivência de predadores de topo.

Os predadores de topo, como os albatrozes, "não são capazes de encontrar alimento suficiente num ano em que o Oceano Antártico está anormalmente quente", salienta a pesquisa, citada numa nota hoje divulgada pela UC.

A situação faz com que os filhos daqueles animais "morram de fome, pondo em risco a sobrevivência destes predadores de topo", caso estes anos se tornem mais frequentes, isto é, caso aumente a frequência destes "anos anómalos", em relação às condições climatéricas.