Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Condição do PS para debater reforma do Estado é "chantagem" que não se pode levar a sério - Passos Coelho

Lusa

  • 333

Lisboa, 1 fev (Lusa) - O primeiro-ministro, Passos Coelho, afirmou hoje que a condição imposta pelo PS para participar no debate sobre a reforma do Estado configura uma "chantagem" que não pode ser levada a sério.

"O senhor deputado tem a vida facilitada. Eu não entendo que haja qualquer necessidade de o PS confundir a reforma do Estado com os quatro mil milhões", disse Passos Coelho, frisando que esse objetivo do Governo "não resume a reforma do Estado".

"Não queira confundir os portugueses, não queira utilizar pretextos para fugir ao debate", acusou o primeiro-ministro, no debate parlamentar preparatório do próximo Conselho Europeu.