Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Concurso para concessionar marina em Caminha ficou deserto mas será retomado

Lusa

  • 333

Caminha, 05 jul (Lusa) - A Câmara de Caminha confirmou hoje não ter recebido qualquer proposta para a concessão da gestão de uma marina de recreio do concelho, cujo concurso terminou na quarta-feira, mas pretende retomar o procedimento.

"É um bom negócio para todos. Para o investidor, que não tem de nos pagar nada, apenas manter o espaço, e para o município, que passa a ter aquele equipamento a funcionar. Por isso vamos voltar a abrir o concurso, apesar de este primeiro procedimento ter ficado deserto", explicou hoje à Lusa o vice-presidente da Câmara de Caminha, Flamiano Martins.

O concurso aberto pela autarquia prevê a concessão da marina de Seixas, uma área de 525 metros quadrados do domínio público marítimo com 12 postos de acostagem, por um período de dez anos, renováveis automaticamente por sucessivos períodos de 12 meses, de forma a "contrariar o abandono daquele local".